Veja porque é importante estudar sedução – Reflexões Masculinas

jan 18 2018

Veja porque é importante estudar sedução

aprender sedução

Trazemos neste post uma análise de uma conversa real com uma mulher para que o leitor entenda porque é importante estudar sedução.

Se você nunca leu sobre o assunto, prepare-se para se surpreender! Vai ser, no mínimo, esclarecedor. 

A seguir, segue uma conversa qualquer que tive há tempos com uma conhecida, cuja amizade vem de alguns anos e sem qualquer interesse que não seja o fraternal.

Fazia algum tempo que não nos falávamos e, no reencontro, é aquele tal de pergunta daqui, pergunta dali e tals.

O intuito deste tópico é reforçar o que encontramos nas comunidades relatado por nós homens, mas desta vez dito por uma mulher: a betice as afasta!

Para quem não conhece o termo “betice”, ele vem de “beta”, o inferior ou contrário de “alfa” (ou alpha), termo usado para classificar machos dominantes de todas as espécies. Um macho beta, então, é um macho inferior a um macho alfa.

Fiz algumas pausas com comentários em azul escuro para ajudar na observação de alguns pontos. Bom, sem mais delongas, o texto fala por si mesmo:

RM: Falando em casa dos 30, e aí, casou, fez algo nesse sentido, ou tá criando gatos?

Solteirona jogando ração aos seus milhares de gatos

Amiga: kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
vida amorosa em 2013?
eu? criando gatos? Nem poderia, pois tenho alergia. hehehe
Mas também não casei, também não estou namorando, e confesso que tô bem sozinha.

Pode ser verdade, mas geralmente a mulher gosta de afirmar que não sente falta dos homens.

Amiga: Por outro lado, não posso evitar que tenha uma porção de homens de olho em mim. Sei lá porque isso acontece, pois juro que não fiz nada. Não tenho nenhuma intenção de me relacionar com ninguém no momento…

Incrível como basta ter uma racha entre as pernas pra gaviãozada cair matando. Observem a mensagem sutil de não precisar se esforçar para conseguir ter um harém de idiotas aos seus pés. E, claro, nenhum deles lhe desperta qualquer desejo.

Amiga: E até tô tendo problemas por ter um cara ciumento, possessivo e carente gostando mais do que devia da minha pessoa. Pensa num cara que não entende que você só quer ser amiga dele. Que te dá flores, presentes e manda uma penca de mensagens piegas (e bobinhas por serem copiadas daqueles livros de frases de amor ).

Notem os atributos que ela dá ao caboclo: ciumento, possessivo, gosta mais do que devia (carente), piegas. Alguém que teve contato com os ensinamentos encontrados aqui ainda pensa em insistir nessa “tática”?

Amiga: O cara simplesmente não entende e ainda me culpa por eu não gostar dele, como se eu não acreditasse no que ele sente por mim. Uma hora me pergunta o que ele precisa fazer pra provar o amor dele por mim, (e eu digo que não precisa fazer nada, pois não adianta, não vai mudar o que sinto por ele mesmo…) e na outra, diz que só depende de mim dar uma chance pra ele e para que eu sinta o mesmo por ele… Como se fosse assim: tó uma chance (que agora, de certo se entrega num pacotinho) e puf, tá pronto.

Amor próprio do sujeito = 0 ! Ele a colocou num pedestal inalcançável, e fica implorando por migalhas. O poder de decisão foi colocado nas mãos dela. Fica nítido o quanto ele a considera mais do que a si próprio. Fala a verdade, você, se fosse mulher, entregaria a rapadura para um sujeito desses? Óbvio que não, né?

Amiga: Será que é assim agora e eu que estou desatualizada? Ai meu padicinhu, viu. Fazia um grande tempo que eu não me estressava ou me irritava com alguma coisa, mas esse ser conseguiu.

Este é o resultado que os insistentes conseguem! Compreendes?

Amiga: E já falei trocentas vezes que não dá, não rola, não tem nada a ver, e num instante ele se faz de durão e diz: “tá bom, você venceu.” e no outro: “desculpa pelo que disse ontem, eu amo você.”

Qual o poder que a palavra deste cidadão tem? Honrar as moelas que é bom, nada?

Amiga: Tá mais pra algo doentio do que para amor… mas enfim, “simbora” pra frente que as coisas se ajeitam, né?

E, por fim, ela dá a sentença: esse cara está doente. Doente da enfermidade que trouxe muitos de nós até o Reflexões Masculinas: a maldita e famigerada Paixonite!


Por que é importante estudar sedução

Meus queridos, a intenção não foi simplesmente esculhambar o cara. Longe disso, até porque nem o conheço. A intenção foi chamar a atenção para o tipo de comportamento que as afasta.

Para os mais antigos na sedução, isso já é página virada, mas para quem começa a engatinhar nos estudos, pode servir de grande alerta.

Espero que o sujeito desta história se encontre na vida. Espero que descubra as Artes Venusianas e melhore suas chances de conquista. Quem sabe mesmo está lendo este tópico e nem sabe que se trata dele? Tudo é possível e, aliás, essa história é quase que um clichê de muitos de nós.

Qualquer um pode se ver nesse enredo e relembrar dos tempos de choros e amarguras. Tempos que ficaram, ou ficarão, a partir de agora, definitivamente para trás!

De minha parte, só resta agradecer a quem se dispuser a ler, e ficaria muito honrado em saber que este tópico ajudou a abrir os olhos de alguém.

Se você se sentiu ajudado, se está ou estava nesta situação, ou ainda, se quer contar a sua história, por favor, comente abaixo para que possamos conhecê-lo.

Você também pode usar nosso fórum a fim de ter um sigilo maior e contar com a ajuda dos demais amigos com dicas, conselhos e muito material para aprendizado. Tem muita coisa lá que não está no blog. Confira.

Grande abraço, meus queridos!






2 comentários

  1. Terminei um namoro devido alguns problemas que depois que terminei acabei percebendo que poderíamos superar, aconteceu que de tanto a pessoa insistir em voltar depois que terminei, acabei bloqueando ela no whats para que não me enviasse mais mensagens, passado uma semana, voltei a falar com ela, porém foi a vez dela me bloquear, então agi como esse cara acima, e foi tudo de água abaixo, quando fui procurá la, ela estava passiva a mim, porém devido as insistências da minha parte tudo foi piorando cada vez mais.

    1. Pois é, Rafael, infelizmente a gente só aprende a lidar depois que as coisas dão erradas.

      Mas sempre é tempo de recomeçar, e agora, mais fortalecido e mais experiente, as chances de sucesso só aumentam.

      Força, foco e fé, meu amigo!

      Abraços!

Gostaria de acrescentar algo? Comente abaixo: