set 10 2017

Como Interpretar Nessahan Alita

Nessahan Alita para muitos é um ídolo, um mestre, um mentor, enquanto que para outros não passa de um misógino frustrado e rancoroso.

Alguns alegam que seus métodos de conquista são furados. Outros apoiam seu ódio contra as mulheres nos livros que ensinam a identificar as artimanhas femininas nas relações com o homem.

Este post vem analisar tudo o que se comenta sobre NA na internet afora.

Será que os homens estão compreendendo de fato as ideias que Alita escreveu? Todas as mulheres possuem o perfil que ele utiliza em seus exemplos? Como devem ser lidos os seus livros?

Continue lendo para saber as respostas destas e de outras perguntas.

As acusações

Nas comunidades de discussão masculinas, quando se fala em Nessahan Alita sempre surge comentários do tipo “não concordo, pois ele prega o ódio às mulheres por ser um frustrado, chifrudo, misógino e reprimido que agora quer se vingar”.

Esses argumentos superficiais e sem fundamento denotam que pouco ou quase nada foi entendido sobre os ensinamentos contidos na série “O Sofrimento Amoroso do Homem” (clique aqui para baixar), chegando ao absurdo de dizerem que ele não se equipara aos grandes mestres da sedução, como Mystery, Style, Bad Boy, David X, entre outros.

Nota-se que há uma confusão generalizada, pois onde uns enxergam os livros como sendo de sedução, outros entendem que eles sejam como manuais de vingança contra as mulheres.

Tem coisa errada nesse meio…

O que Nessahan Alita quis nos passar?

Alita deixa bem explícito que seus livros não são voltados à sedução, embora ele dê algumas pinceladas sobre o assunto, mas sim ao desmantelamento das atitudes negativas que ALGUMAS mulheres, e ele deixa bem claro isso, se utilizam para manipular os sentimentos masculinos a seu favor, frisando sempre que muitas vezes o fazem INCONSCIENTEMENTE.

NA demonstra como os homens ficam totalmente abobalhados e à mercê das mulheres quando estão apaixonados, transformando-se em verdadeiras marionetes emocionais por não sabermos lidar com os sentimentos com a mesma maestria que elas possuem.

Os livros ensinam que o homem deve valorizar-se e colocar seus termos na mesa, não aceitando ser subjugado pela mulher.

Também tratam sobre não-coerção e nunca forçar a mulher a nada, mas, caso ela queira sujeitar-se ao seu homem, que o faça por sua vontade, nunca por medo.

Isso se dá quando a mulher se sente segura por confiar que seu macho a protegerá de qualquer ameaça, numa obediência consentida.

Alita prega o amor desapegado, livre, deixando a mulher ir se quiser partir. Mostra a diferença entre os gêneros e dita que o homem deve ter uma conduta impecável, devendo ser rigoroso em suas decisões, mas nunca violento, caso a mulher aja com desrespeito ou cometa algum deslize.

“Ele deve ser um fracassado que não pega ninguém”

Já li e continuo lendo Nessahan Alita e juro que nunca senti qualquer sinal de que fosse um cara frustrado, reprimido ou rancoroso.

O tempo todo ele prega que o homem deve ter um elevado nível moral, compreendendo as falhas femininas, protegendo e cuidando das mulheres de bem.

O foco de seus livros são as mulheres manipuladoras e trapaceiras, como ele sempre deixa bem claro.

Sendo assim, o homem não deve aceitar diminuir-se ou baixar a cabeça, aceitando traições, ser considerado um banana, ter sexo negado como penalização, entre outras coisas. É neste ponto que ele quer chegar.

Como Nessahan Alita deve ser lido então?

NA não é para crianças. Ponto. Aquele que se dispuser a ler seus livros tem de ter em mente que o foco são as mulheres que trapaceiam e manipulam na relação, não as honestas e honradas.

Já não é culpa dele se o número das primeiras é maior que o das segundas…

Se você tiver maturidade intelectual, perceberá que não há nada ali de misógino, bem pelo contrário, os misóginos é que tentam fundamentar seu ódio distorcendo os ensinamentos dos livros.

O leitor adquire o conhecimento e o utiliza como desejar, porém, muitos homens feridos emocionalmente e desejosos de vingança distorcem o real sentido para se vingar e acalmar seu egos inflamados.

Sendo assim, NA não pode ser responsabilizado pela maneira como este ou aquele interpreta ou utiliza de seu conteúdo, do mesmo modo como uma faca serve para preparar os alimentos ou ferir alguém, dependendo da índole de quem a utiliza e não da faca em si.

Alita nunca desejou incitar qualquer tipo de animosidade entre os gêneros, assim como nunca desejou ter seguidores, por isso o seu recolhimento ao anonimato após o término dos seus trabalhos.

Concluindo

Tendo esclarecido esses pontos, sugiro a você que ainda não leu, que leia os livros de NA de maneira isenta, e filtre tudo o que possa servir para o seu crescimento pessoal.

E, para quem ainda julgue o material como machista e misógino, meus pêsames, pois está deixando de colher informações preciosas com aplicações práticas nos relacionamentos entre homem e mulher.

Como diz o ditado, “quando a cabeça não pensa, o corpo padece”.

 

Se você gostou deste post e quiser deixar um comentário, tirar uma dúvida ou acrescentar alguma informação, por favor, comente no campo abaixo.

Ficaremos muito felizes em contar com a sua participação!

Forte abraço!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.