out 08 2017

Quando Aplicar Sedução E Quando Aplicar Nessahan Alita?

Quando Aplicar Sedução E Quando Aplicar Nessahan Alita?A catástrofe para o homem é estar apaixonado.

Se ele não souber lidar com suas emoções, se tornará presa fácil nas mãos de mulheres manipuladoras.

Estes, cansados dos jogos emocionais femininos, procuram socorro nos livros de sedução. Mas será que eles são a solução?

Vamos analisar.

Clichê

Qualquer um que entre numa comunidade de sedução ou de relacionamentos voltadas ao público masculino se deparará com a seguinte cena:

Tópicos e mais tópicos com rapazes desesperados porque não sabem como agir frente aos jogos infernais femininos.

“Eu já li Mystery, O Jogo, vi 189 vídeos da RSD, mas não consigo achar uma solução” – é um desabafo constante.

Esses materiais acima são todos sobre sedução. E do que tratam?

Materiais sobre sedução

Baixe qualquer material do tipo e verá que ele foca apenas numa coisa: conquistar.

Para aqueles que querem se tornar Artistas da Sedução (PickUp Artists – PUAs), eles bastam, simplesmente porque funcionam.

Porém, eles não ensinam como manter um relacionamento, bem como não ensinam a lidar com as trapaças femininas.

É exatamente aí que entra Nessahan Alita.

No entanto, como a leitura de NA pede calma e análise, a grande maioria dos desesperados não tem paciência para lê-lo.

A ânsia por resultados imediatos e o medo por perderem de vez a garota dos sonhos faz com que procurem o mais fácil: vídeos, especialmente os da RSD.

Falaremos sobre a RSD numa outra oportunidade.

Mas, só para dar uma breve explicação, trata-se de uma companhia americana de coaching de sedução fundada por ex-alunos do Mystery, que também apresentaremos futuramente.

Voltando, como dissemos, a RSD também foca em sedução, mas o problema está no relacionamento.

O relacionamento

“Mas nós nem estamos namorando ainda. Eu nem a conquistei, como chamar isso de relacionamento?” – você deve estar se perguntando.

Respondo: qualquer interação entre duas pessoas é uma relação, independente do grau de aprofundamento ou proximidade.

A moça que te atende todo dia na padaria tem uma relação com você. Seu professor também.

E assim em diante nas mais diversas áreas, situações e com as mais diversas pessoas, até com desconhecidos.

Portanto, de alguma forma você tem uma relação com a garota que está a fim, mesmo que só se conheçam de vista.

Como Nessahan Alita pode ajudar?

Se o homem está sendo vítima de jogos emocionais infernais, do tipo a garota se afastando, cortando contato, atraindo e depois repelindo, criando situações humilhantes, etc, Nessahan Alita dedicou toda a sua obra para esse tipo de assunto.

“Mas eu preciso conquistá-la, não entrar num joguinho de gato e rato com ela.” – o mesmo argumento do início.

Só que, analise comigo, se o sujeito está procurando respostas para as ações negativas das mulheres para com eles, significa que o joguinho já começou e só ele que não se deu conta.

Mas, como começam esses jogos?

A pior besteira que um homem pode fazer

Os joguinhos emocionais femininos começarão assim que for notado o seu interesse por ela.

E, se tem uma coisa que a maioria dos homens faz, que é o que os leva para o caos mental, é declarar suas intenções.

No momento em que o homem diz “estou apaixonado”, “estou a fim de você”, “estou sentindo algo diferente a seu respeito” e coisas parecidas, o gatilho será acionado.

E isso é tão verdade que podemos confirmar tanto com NA quanto com Mystery.

É exatamente por isso que Mystery usa seu método “indireto”, pois ele nunca deixa claro o que está se passando em seu interior.

Ele vai ganhando terreno aos poucos e gradativamente, e essa aparente “indiferença” é que faz dele um cara interessante e misterioso para as mulheres.

Já Alita orienta a mesma indiferença, não para conquistar, mas para que ela não se sinta num pedestal.

“Mas e os caras que usam métodos diretos e conquistam com muita facilidade?” – o sujeito pode retrucar.

Sem dúvida que também é possível, só que a diferença é que eles não irão se abalar caso a resposta da garota seja uma negativa.

Ao receber um “não”, ou o cara muda de estratégia ou simplesmente parte para outra menina.

Diferentemente do sujeito apaixonado que calcula até o que vai falar, tentando impressionar e tomando o máximo de cuidado para não botar tudo a perder.

Ficou clara a diferença?

Aqui entra uma das máximas da sedução: “se você quer ganhá-la, tem de estar disposto a perdê-la”.

E aí, será que o cidadão terá coragem para ir pro tudo ou nada? Na maioria dos casos, não.

O que restou então?

Voltamos à Alita

Esqueça a pressa. Tire da cabeça o sentimento de urgência. Você irá aprender com NA que elas são adaptadas à espera. Seja também.

A primeira recomendação é que se afaste por uns tempos e aproveite para estudar.

Primeiro, você vai ler pelo menos um ou dois livros de Nessahan (baixe aqui).

Depois, volte a ler materiais sobre sedução. Aproveite também para aprender sobre os “shit tests”.

Só depois que estiver com o emocional fortalecido volte a interagir com a garota.

A chave está na frieza emocional masculina.

“Mas nesse tempo ela pode acabar ficando com outro!”

Relaxa. Essa é uma preocupação que o cara não pode ter. Não pode querer controlar a vida alheia.

Além de doloroso, é impossível. Simplesmente aceite por ora que ela tem uma vida em que você não faz parte.

Aceite que ela poderá sair com outros e fazer o que der na telha. Você também pode. Faça!

Aproveite o tempo para estudar. Primeiro Alita, depois sedução.

Fortaleça o espírito, mate seu ego e depois saia à campo.

Você vai perceber como estará mais lúcido e preparado para as diversas situações.

Joguinhos emocionais? Você já os conhece todos e aprendeu a lidar com eles.

Seduzir? Você também trabalhou esse ponto e age com naturalidade.

Você vai ver o quanto cresceu como homem nesse período.

Você fez uma limonada com o limão que a vida te deu.

Parabéns!

2 comentários

  1. Cara, gosto muito de sedução, pua, NA e etc. Venho acompanhando desde 2014 o assunto (Quando terminou meu relacionamento). Tenho algumas relações sexuais periódicas, mais não consigo mais gostar de verdade de uma mulher, não consigo me apaixonar mais por ninguém. Não sei se isso se deve ao estudo de NA, ou vivência. As vezes aparece uma mina legal dando mole pra mim e eu deixo de pegar por pura falta de interesse meu. Tenho tido relações apenas para satisfazer a minha necessidade fisiológica. Estou com receio de ter virado um misógino.

    Seu blog me deu um ânimo de voltar a estudar NA, eu só tinha lido o primeiro livro dele e agora vou passar a ler o os outros, tentar conhecer mulheres novas, dar uma chance a elas novamente.

  2. Fique em paz, Romeu, porque misógino você não é, afinal, não nutre ódio pelas mulheres.

    O estado em que você se encontra eu chamaria de “realista”, pois não nutre as fantasias românticas que só existem nas novelas e não refletem nem de perto a realidade.

    A hora que você encontrar uma mulher digna de verdade, o que é raro hoje em dia, provavelmente voltará a sentir algo a mais que apenas o desejo de satisfazer a carne. Ainda assim, nunca baixe a guarda.

    Forte abraço!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.