set 10 2017

Quem é Nessahan Alita?

Nessahan Alita

Imagem da comunidade do Orkut O Lado Obscuro das Mulheres

Nessahan Alita é um dos primeiros nomes que os homens descobrem na internet quando tentam entender a mente feminina.

Desconhecido para a maioria das pessoas, seu nome é facilmente reconhecido em comunidades de estudos sobre relacionamentos e masculinismo.

Ainda que bastante conhecido nesses meios, poucos são os que compreendem totalmente os seus escritos, e muitos são os que utilizam de seu conteúdo erroneamente a fim de alimentarem o ódio contra o gênero feminino.

Neste post, falaremos sobre sua possível identidade real, sobre a série de livros que escreveu e, em vários posts aqui do blog faremos menções à sua obra.

Quem é Nessahan Alita?

Nessahan Alita (em várias oportunidades usaremos apenas a sigla “NA”), é o pseudônimo do autor da série de ebooks chamada “O Sofrimento Amoroso do Homem”.

Essa série de livros digitais é voltada ao público masculino e trata dos conflitos entre homem e mulher nos relacionamentos.

Segundo informações do Wikipedia, Nessahan é anagrama de Nahassen. Nahassen significa Nahassenio. Nahassenio é uma linha do gnosticismo copta, da linhagem de Maria Madalena.

Qual a verdadeira identidade de Nessahan Alita?

Várias são as hipóteses sobre a real identidade de NA. No YouTube, um rapaz vem postando vários vídeos afirmando ser ele, enquanto que em vários sites apontam para outros homens.

Segundo informações colhidas em várias páginas, NA é pós-graduado em psicologia analítica pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e especialista em abordagem junguiana pela COGEAE-SP.

Seus livros, escritos de forma acadêmica e citando vários filósofos, reforçam essa hipótese. Também existem informações de que ele seja professor, cantor, compositor, guitarrista e empresário.

Porém, até hoje nenhuma informação foi confirmada, e mesmo aquele que afirma ser NA não convence totalmente.

Na internet, encontramos algumas fotos de possíveis Nessahans, mas como não existem provas e confirmações, achamos por bem respeitar a privacidade dessas pessoas não publicando aqui suas imagens.

O que de fato importa

Ao meu ver, toda essa curiosidade sobre a verdadeira identidade de NA importa pouco. O que importa de verdade é o conteúdo de suas obras, que vêm despertando a mente de muitos homens há alguns anos.

Anonimato

Alita deixou claro que não desejava de forma alguma arrebanhar adeptos, nem que seus livros se transformassem numa espécie de doutrina para fanáticos, e menos ainda que fossem utilizados para o mal contra as mulheres.

Após terminar sua obra, encerrou sua “missão” recolhendo-se no anonimato.

Mas, de onde surgiu NA? Onde atuava? O que escreveu de tão importante para ser lido até hoje mesmo após o seu sumiço?

Surgimento

Nessahan Alita lançou seu primeiro ebook em 2002, chamado “O Magnetismo nas Relações Sociais”. Em março de 2005 deu início à série de livros “O Sofrimento Amoroso do Homem”, cujo primeiro livro é chamado “Como Lidar com Mulheres”.

Toda a sua coleção foi disponibilizada gratuitamente para download.

No falecido Orkut, numa comunidade chamada “O Lado Obscuro das Mulheres”, Alita divulgava e tirava dúvidas sobre suas ideias.

Terminado o seu trabalho, NA retirou-se e nunca mais se soube sobre o seu paradeiro.

Obras de Nessahan Alita

Nos livros deixados por NA, nota-se um cuidado em tornar explícita a gratuidade de seus ebooks, bem como proibir qualquer alteração de seu conteúdo.

Essa preocupação teve o intuito de auxiliar o maior número de homens possível em suas dificuldades em manter relações duradouras devido às mudanças atuais no modelo de família tradicional.

Alita desnuda todas as trapaças emocionais femininas nas relações com o homem, ensinando como devem se comportar em relação a elas mantendo uma postura verdadeiramente masculina.

Através dos ebooks, passamos a compreender como as mulheres vêem o mundo, como utilizam de artimanhas emocionais para nos confundirem e porquê de fazerem isso.

Identificadas as armadilhas, Alita ensina como devolvê-las ou evitá-las através de um estado de solidez emocional alcançado por conceitos como a não-reação e a frieza calculada.

Coleção Nessahan Alita

Abaixo, seguem todas as obras de NA. Se desejar fazer o download delas, acesse nossa página de downloads clicando aqui.

 

O Magnetismo nas Relações Sociais
A Submissão do Ser Humano Através de suas Fraquezas
(2002)

Como Lidar com Mulheres
Apontamentos sobre um Perfil Comportamental Feminino
nas Relações Amorosas com o Homem
(2005)

A Guerra da Paixão
As Artimanhas e os Truques Ardilosos das Mulheres no Amor
(2006)

O Profano Feminino
Considerações sobre uma Face da Mulher
que Ninguém quer Encarar
(2007)

Reflexões Masculinas sobre a Mulher e o Amor
Algumas Heresias que Faltaram Dizer
(2008)

Textos Complementares
Amor Passional, Desenvolvimento Interior, Magnetismo
(2008)

Textos Complementares II
Desenvolvimento Interior, Sexualidade, Sentimentos
(2009)

Perguntas à Nessahan Alita

Coletânea de perguntas transformadas em ebook pelo Reflexões Masculinas

Veja o tópico clicando aqui

(2017)

Concluindo

Esta foi uma breve apresentação de Nessahan Alita. Em vários dos nossos posts analisaremos seus escritos aplicando-os nas mais diversas situações que ocorrem nos relacionamentos.

Para compreender a fundo seus pensamentos, sugiro que leia também o post “Como Interpretar Nessahan Alita“.

Se você gostou deste post e quiser deixar um comentário, tirar uma dúvida ou acrescentar alguma informação, por favor, comente no campo abaixo.

Ficaremos muito felizes em contar com a sua participação!

Forte abraço!






9 comentários

Pular para o formulário de comentário

  1. Boa tarde, eu acompanhei alguns debates sobre o NA no extinto Orkut, lembro de um post onde ele dizia estudar os índios, mais como o que interessa é a obra do cara, tenho que admitir que ajuda muito pra quem está na matrix. O problema é levar na base do humor comportamentos egoístas e cretinos, acho que no começo muitos se revoltam, porém se entender corretamente acaba aceitando e perdoando. Um post que ele fez dizendo que um bom caminho seria o de matar o ego e esperar, esquecer tudo exterior e buscar somente a paz interior.

    1. Olá, Luciano!

      Muito pertinente o seu comentário. Inclusive está em nossos planos fazer um post sobre “a morte dos egos” que ele tanto fala em seus livros.

      Eu gostaria de ter participado do grupo na época em Alita lançou seus trabalhos, mas foi só em meados de 2010-2011 que eu vim descobrir esse verdadeiro tesouro. Quem sabe um dia ele volta à ativa, não é mesmo?

      Obrigado pelo participação! Forte abraço!

  2. Eu li este livro há 6 anos atrás e no início dele tem uma passagem bíblia de Eclesiastes capítulo 7 vers. 26 que diz:

    “E eis que encontrei o ópio mais amargo que a morte; a mulher cujos braços são laços e cujas mãos são ataduras; ”

    Muitos não sabem, porém, este versículo está incompleto. Falta esta parte:

    “Quem for bom diante de Deus escapará diante dela, mas o pecador virá a ser preso por ela. ”

    Trago uma reflexão para vocês: O que vale mais a pena? Passar a vida tentando interpretar e domar as mulheres erradas ou viver com naturalidade e paz na presença de Deus com a mulher certa?

    Ontem eu decidi jogar meu exemplar fora e coincidentemente, sem querer, hoje me deparei com o versículo citado no início do livro, só que na versão completa.

    Não preciso mais dele pois conheci uma mulher de Deus que me fez conhecer o significado de paz e companheirismo em um relacionamento.

    Deus é bom!

    1. Muito obrigado pelo comentário, Doug Henrique, e ficamos felizes por você ter encontrado uma mulher decente.

      Porém, infelizmente, não é o caso de muitos, e por isso o nosso trabalho aqui no RM, para que os homens não caiam mais ainda e comprometam-se perante a vida.

      Só tome cuidado para não baixar demais a guarda e, caso aconteça, estaremos aqui para auxiliá-lo.

      Um forte abraço!

  3. Olá, estou lendo os livros de Nessahan e acabei me deparando com o que acho ser uma ”controvérsia” em seus textos.Em ”Coletânea de textos de Nessahan Alita” há escrito: ´´ Ou entre carinhos, agarrar pela nuca, olhar dentro do olho e dizer em voz até mesmo doce ”não vai não… eu disse que não.Senão vou ter que ser mau com você” (para um ”vou sair com aquela blusa” que no meu caso, o decote vai até o umbigo). (Nigel, corroborado por Nehassen) “.Em ”Como lidar com mulheres” Nessahan escreve: ´´ Concorde com suas tendências comportamentais errônea e estimule-as, empurrando-a na direção das mesmas. Por exemplo: quando ela quiser sair com um decote exagerado, diga que o decote ainda está fechado e que deveria abrir mais;quando ela usar uma saia muito curta, diga que está comprida e que deveria ser mais curta.Vá com ela até o limite extremo para descobrir que tipo de mulher você realmente tem ao seu lado. Se ela se recusar e voltar atrás, é adequada a um compromisso mais sério. “
    Gostaria apenas de uma explicação, pois não consigo entender qual ”esteja certo”, ou em quais situações usar cada estratégia.

    Desde já agradeço.

    1. Olá, Bernardo Zub! Muito importante o seu questionamento.

      Eu acredito que não haja uma fórmula única de se fazer as coisas, e eu mesmo não faria de nenhum dos dois jeitos dos exemplos citados. Não gosto de “testes” nem de imposições de nenhuma das partes.

      Num casal que está junto há um tempo e que, portanto, se conhece, acho difícil acontecer esse tipo de situação porque um já se adaptou ao outro e encontraram um meio termo entre si. Então, os exemplos parecem se referir ao início de relação, havendo até o comentário “Vá com ela até o limite extremo para descobrir que tipo de mulher você realmente tem ao seu lado. Se ela se recusar e voltar atrás, é adequada a um compromisso mais sério.” Note, então, que ainda não temos um casal consolidado, mas “se estudando”, ela testando os limites e ele tentando demarcar o território.

      Nessa situação, eu ofereceria uma terceira alternativa, que é jogar aberto com o que se espera da mulher, permitindo que ela parta para outra caso não aceite os termos.

      O conflito começa exatamente porque o homem, quando apaixonado, não é capaz de se libertar da mulher ao mesmo tempo em que não aceita que ela seja do jeito que escolhe ser. Ele recusa-se a acordar do sonho cor-de-rosa criado por sua mente e quer transformar a amada numa princesa pura, virgem e indefesa que ela não é.

      Por outro lado, se ela ama o homem de verdade e deseja ter uma relação séria com ele, irá ceder em alguns pontos, assim como ele, até chegarem num meio-termo que agrade a ambos, o denominador comum dos casais estabelecidos.

      No final, o apego é que estraga tudo e causa sofrimento. Viva e deixe viver. Se não há consenso, permita que a pessoa busque sua felicidade em outras paragens, e faça você o mesmo. Essa é a minha análise sobre isso.

      Um forte abraço!

    • Claudio on 28/08/2018 at 12:25 am
    • Responder

    Nessahan, grande mestre. Li o livro tem sete anos e graças a ele me livrei de um relacionamento abusivo de com uma mulher que estava destruindo minha vida e meu emocional…. sai dessa relação, conheci uma mulher e juntos vivemos na ordem de Deus. Valeu mestre nessahan.

    • Daniel Pires Silva on 28/09/2018 at 12:41 am
    • Responder

    Os downloads sumiram, pode me informar onde encontro? Grato.

    1. Quais especificamente, Daniel? Porque testei aqui o da Coletânea de Nessahan Alita e funcionou normalmente.

      Ao clicar no link, você é redirecionado a outra página. Nela, haverá uma contagem de tempo na parte superior, e após, aparece um botão escrito “Fechar Propaganda”. Clicando nele, você é finalmente redirecionado à página de download.

Gostaria de acrescentar algo? Comente abaixo: