Você é um homem seguro? – Reflexões Masculinas

maio 06 2018

Você é um homem seguro?

homem-seguro

Você é capaz de passar segurança à uma mulher ou o máximo que consegue passar é temor?

Não, meu amigo, fazer com que as pessoas tenham medo de você não é o mesmo que elas se sentirem seguras ao seu lado.

Ficou confuso? Então continue lendo e saiba mais a respeito.

O que as mulheres procuram num homem?

Se fosse possível resumir numa coisa só tudo o que uma mulher espera encontrar num homem, eu diria que é a segurança, e a partir dela abre-se um leque de outras opções, mas a maioria ainda derivada de segurança.

Mulheres são seres inseguros por natureza. Por mais bela, inteligente e bem resolvida que ela seja, lá no fundo tem algo que pode abalá-la profundamente.

É comum vermos mulheres lindas encontrando defeitos físicos em si que só elas vêem, ou colocando em dúvida alguma capacidade física ou intelectual quando são plenamente capazes.

Constantemente precisam receber elogios para afirmarem-se, principalmente quanto à sua aparência. Você é mulher e duvida? Basta alguém dizer despretensionamente (ou não) que você está gorda e seu mundo desaba, fácil assim!

Desconheço uma mulher que não se sinta incomodada com seu peso, ainda que esteja dentro do IMC (índice de massa corporal) adequado.

E essas inseguranças têm tanto impacto numa mulher, que uma das técnicas utilizadas nos materiais de sedução é o NEG, que é uma pequena e sutil desqualificação que tem por finalidade tirar a mulher do pedestal, igualando-a conosco para que seja possível seduzi-la, pois não estará tão fechada “se achando”.

Proteção

Bem, partindo da segurança, outra coisa muito próxima é a proteção. E proteção, nos dias atuais, tem pouco a ver com defesa física. Então, somente ser um troglodita não vai resolver muito para satisfazer essa qualificação que elas procuram.

A proteção que uma mulher espera vai mais além, pois de pouco adianta você não deixar alguém se aproximar dela fisicamente, mas não ter capacidade de protegê-la psicológica e emocionalmente.

Se você é um cara temperamental, imaturo, de pavio curto, sem autocontrole, que não tem estabilidade emocional, que piora as situações (que já estão complicadas) com o seu comportamento, como vai conseguir passar a ela o sentimento de estar protegida?

Se uma mulher tem que te pedir para se controlar, ou tem que ficar explicando as coisas até você entender, ou pior, se tem que esconder as coisas porque você não tem capacidade de compreendê-las, como ela pode se sentir segura tendo uma “bomba” nas mãos que pode explodir a qualquer momento e por qualquer (pouca) coisa?

Agressividade = medo

A agressividade, ao contrário do que a maior parte dos homens acha, não é coragem, mas medo e incapacidade de resolver racionalmente um problema. Geralmente, falta de argumentos ou de capacidade de argumentação.

É claro que não estou falando para tentar dialogar com um cara que já está partindo para as vias de fato contra você, afinal, você talvez tenha que se defender, mas sim que o seu comportamento estourado não leve uma situação que já está complicada a terminar em pancadaria por pura falta de discernimento e bom-senso.

Outra coisa que devemos lembrar, são os problemas que ocorrem geralmente com membros da família. Mal-entendidos, brigas por herança ou qualquer outro motivo, batem muito mais forte no psicológico do que com alguém que não possui esse tipo de laço familiar conosco.

Você tem de mostrar ser capaz de neutralizar e diminuir esse tipo de problema, e não inflamar ainda mais.

Ainda que perceba que a convivência não será mais possível com certos familiares, pode evitar que esse distanciamento seja ainda mais traumático, em especial, para sua mulher.

Para isso, você terá que vencer até mesmo sua vontade de socar o seu cunhado até ele desacordar ou falar para a sua sogra tudo o que a velha merece ouvir. Isso falando só dos parentes dela. Imagine com os seus!

Mulheres também são mestres em tirar a gente do eixo, e por vezes fazem isso propositalmente para nos manipular ou para analisar as nossas reações, como explicamos neste outro tópico.

E aí, como você reage, com intempestividade, mostrando quem é que manda, ou com frieza e distanciamento, devolvendo as consequências?

Perder a cabeça é perdição do homem

Cansamos de escrever aqui que nossa reatividade às provocações femininas é o que elas mais querem que façamos, pois deixamos de raciocinar e entramos no campo emocional, que é onde elas dominam.

Então, quando você quiser surtar para mostrar quem é o macho-alfa da casa, lembre-se que talvez possa estar sendo apenas uma marionete facilmente manipulada por sua irritabilidade.

Ora, para quem é inábil em lidar com sentimentos, como nós homens somos, tá feita a desgraça e a alegria feminina!

Carência

A carência também tem papel importante neste assunto, afinal, como pode ser seguro de si um homem que sente necessidade de ter uma mulher por perto para se sentir bem e feliz?

Se a condição para você se sentir bem e feliz está fora de você, nas coisas e nas pessoas, como uma mulher vai se sentir segura se ela mesma está procurando isso fora dela também?

Quando eu falo em necessidade, não é simplesmente sentir falta de companhia, pois é natural que o ser humano forme casais, mas estou me referindo quando esse desejo torna-se patológico a ponto de haver sofrimento emocional, deixando o homem paralisado e podendo até atentar contra a própria vida só porque está temporariamente sozinho.

A carência patológica faz com que o homem baixe o nível de seletividade, aceitando a primeira mulher que aparecer, pois ele não acredita ser merecedor de coisa melhor, e ainda acha que se perder essa, nunca mais aparecerá outra.

Como ele aceitou a primeira mulher que apareceu, possivelmente pouco ou nada conhece sobre ela, e poderá ter terríveis surpresas no dia a dia na convivência.

Agora, pense comigo: se nem você acredita que é um homem de valor que merece uma mulher do seu nível, como é que a mulher vai achar isso?

Pior ainda, ela sabendo que não é uma mulher de bons adjetivos imaginando porque você a aceitou. “Ele é um cara carente” – ela vai deduzir, e com razão. E coitado de você daí, porque ela vai saber usar disso com maestria para te manipular e te deixar pior do que você estava quando não tinha ela por perto.

Já viu o que acontece com um homem carente, de baixa autoestima, quando é deixado por uma mulher? Ele esperneia igual criança, chora, grita, quer fazer loucuras e ainda tenta manipular as pessoas em volta com chiliques e tentativas de suicídio, tudo para chamar a atenção, para que as pessoas vejam o quanto ele sofre, coitado!

Contar com a piedade das pessoas e, pior, das mulheres, certamente não é a melhor escolha de um homem que tem de exercer o papel de fortaleza na relação.

Homem seguro

Resumindo, como você vai dar a uma mulher algo que falta até para você mesmo?

Ter PAZ INTERIOR e sentir-se bem consigo mesmo, estando seguro por simplesmente existir, é algo fundamental para que ela saiba que pode confiar em você, sentindo-se, portanto, segura.

Um homem calmo, mas firme e decidido, é respeitado não por usar de coerção, mas por despertar na mulher admiração e respeito verdadeiros, e, consequentemente, receber em troca sua submissão consentida.

Você é equilibrado o suficiente para ser capaz de prover essa fortaleza emocional à ela?





2 comentários

    • Otevaldo on 06/05/2018 at 12:36 pm
    • Responder

    Muito bom esse post
    O jogo é interno, consigo mesmo!! Hahah

    1. Exatamente, Otevaldo! Por isso trabalhamos muito esse aspecto aqui no RM.

      Forte Abraço!

Gostaria de acrescentar algo? Comente abaixo: